Por determinação da juíza Gisele Gonçalves Dias, agentes do Tribunal Regional Eleitoral entregaram na última sexta-feira (13),  ao secretário de educação, e pré-candidato pelo PSDB à Prefeitura de Macaé, Guto Garcia, a cópia de uma ação contra ele.

A suspeita é que o candidato tenha praticado propaganda eleitoral extemporânea, ou seja, fora do prazo permitido por lei.

 A denúncia foi elaborada, com base numa festa de confraternização dos servidores da secretaria, supostamente custeada com dinheiro público, e promovida pela primeira vez pelo secretário somente agora, há dez meses da eleição municipal.

Para reforçar ainda mais a suspeita, durante o evento realizado na sexta, 13, regado a cerveja e comida farta, o candidato foi visto  acompanhado de familiares, transitando entre centenas de presentes e posando para fotos com os servidores,

A justiça concedeu a Guto Garcia o prazo de três dias para que ele apresente a sua defesa.

 

>
Facebook